A Respiração Holotrópica ™ é uma abordagem poderosa para a auto-exploração e empoderamento pessoal que se apoia em nossa sabedoria interior inata e sua capacidade de nos mover em direção à transformação positiva e à totalidade.

O arcabouço teórico integra insights da moderna pesquisa da consciência, antropologia, várias psicologias profundas, psicologia transpessoal, práticas espirituais orientais e tradições místicas do mundo.

Holotrópico significa literalmente “mover-se em direção à totalidade” (do grego “holos” = todo e “trepein” = se movendo em direção a).

O PROCESSO

 

O processo em si usa meios muito simples: combina respiração acelerada com música evocativa em ambiente protegido. Com os olhos fechados e deitado em uma esteira, cada pessoa usa a própria respiração e a música para entrar em um estado não comum de consciência. Este estado ativa o processo natural de cura interior da psique do indivíduo, trazendo ao buscador um conjunto particular de experiências internas. Com a inteligência interior de cura guiando o processo, a qualidade e o conteúdo produzido são únicos para cada pessoa e para esse tempo e lugar específicos. Embora os temas recorrentes sejam comuns, não há duas sessões iguais.

 

“RESPIRADORES” E “TESTEMUNHAS”

 

Elementos adicionais do processo incluem trabalho de liberação de energia focada e práticas de integração, como o desenho de mandala. A Respiração Holotrópica geralmente é feita em grupos, embora sessões individuais também sejam possíveis. Dentro dos grupos, as pessoas trabalham em duplas e se alternam nas funções de “respirador” e “testemunha”. O papel da testemunha é simplesmente estar presente e disponível para ajudar o paciente, e não para interferir, interromper ou tentar orientar o processo. O mesmo é verdadeiro para facilitadores treinados, que estão disponíveis como ajudantes, se necessário.

 

CARTOGRAFIA DA PSIQUE

 

Uma das dimensões mais originais e poderosas da HB é sua revolucionária cartografia expandida da psique humana descrita por Stanislav Grof. As experiências ocorrem e a transformação acontece, não apenas na dimensão biográfica — nossa história de vida desde o nascimento até o momento presente. Mas eles também abrangem o que Grof chama de dimensões perinatal e transpessoal da psique.

O perinatal inclui o reviver de nosso nascimento desde a concepção, no útero, através do canal e até o próprio nascimento. Nessa dimensão, assim como no nascimento, também é possível passar pelo poderoso episódio de cura conhecido nas tradições espirituais do mundo como o nascimento, morte e renascimento psicoespiritual.

A dimensão transpessoal inclui os domínios dos arquétipos descritos por Carl Jung, bem como muitas outras experiências coletivas descritas pelas tradições espirituais mundiais e fenômenos não mapeados anteriormente por qualquer outra tradição.

Descrições detalhadas da cartografia da psique, incluindo as quatro matrizes perinatais de Grof, podem ser lidas em muitos dos livros de Stanislav Grof.